quarta-feira, 1 de outubro de 2014

EDITORIAL

A SITUAÇÃO DOS CRISTÃOS NO MÉDIO ORIENTE

Pedro Vaz Patto, Juiz do Tribunal da Relação do Porto e Membro da Comissão Nacional Justiça e Paz, assinou um artigo no jornal Voz da Verdade cujo título surgia sob a forma de uma pergunta:
o Médio Oriente sem Cristãos?        
No desenvolvimento do artigo explicava que há muito a emigração crescente e a fuga de guerras e perseguições justificava o receio que os Cristãos do Oriente possam desaparecer. Escrevia o autor: Um receio que atinge agora o seu cume com o êxodo da comunidade assíria da região iraquiana de Mossul, colocada pelo Exército Islâmico do Iraque e do Levante perante as alternativas da conversão ao Islão, do pagamento de um imposto de valor incomportável para a grande maioria, ou da morte. As propriedades deixadas desocupadas pelos que fogem são marcadas com a letra inicial da palavra “nazareno” (nome por que são designados os cristãos no Alcorão), sinal que permite o confisco das mesmas
A situação é muito grave e exigiria uma maior intervenção das autoridades mundiais.
Informa o autor que: «o Papa Francisco, na linha dos bispos locais, apelou a uma intervenção armada de resposta, para conter o agressor injusto», isto porque todas as tentativas de resolver o conflito por meios pacíficos foram e continuam a ser completamente gorados. E acrescenta que a passividade da comunidade internacional «pode traduzir-se em autêntica cumplicidade num genocídio. É o que importa evitar agora, para que não venha a lamentar-se o que hoje lamentamos em relação a outras tragédias da história recente, como as da Bósnia ou do Ruanda».    
«A presença do cristianismo nesta região remonta ao século II (muito antes do Islão) e os cristãos iraquianos, como outros cristãos do Médio Oriente, são de cultura árabe (não ocidental) e, ao longo da história, muito têm feito para valorizar essa cultura (foram cristãos os autores dos primeiros dicionários de árabe moderno, por exemplo).»
Ao terminar o artigo Vaz Patto sublinha:
 «Todos perdem, pois, se os cristãos desaparecerem do Médio Oriente.»

outubro 2014
Forum Abel Varzim
A Direção


1 comentário:

  1. Ora bem, já cá faltava o insenso para cima duma sumidade da opus dei. já vai caindo a máscara a estes senhores do fórum "abel varzim". pois fiquem sabendo que nunca vão conseguir meter esse GRANDE HOMEM LUTADOR PELA CAUSA DO OPERARIADO na vossa extrema-direita bacoca. Estes reaccionários deviam era mudar o nome para FÓRUM DE MONSENHOR ESCRIBÁ. tenham vergonha nessa cara

    ResponderEliminar